Chuva forte e frio intenso avançam para o Sul do Brasil

Postado em Monitoramento

Chuva forte e frio intenso avançam para o Sul do Brasil

O deslocamento de uma frente fria sobre o Sul do Brasil volta a instabilizar o tempo a partir desta quinta-feira (11), segundo previsões feitas pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe) e Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Os órgãos oficiais de meteorologia, inclusive, ressaltaram em seus boletins de aviso meteorológico disseminados às Defesas Civis, a possibilidade de chuva forte localizada, inicialmente sobre o centro-sul gaúcho, como já foi registrado nas últimas 24 horas.
O sistema frontal é previsto para avançar rapidamente até o centro do Paraná levando chuva e queda de temperatura, além da possibilidade de ventos fortes até a madrugada de sexta-feira (12). As temperaturas voltam a cair, mas de forma mais acentuada sobre o Rio Grande do Sul, por momento.

monitoramento 10 06 15 5

Projeção numérica feita pelo National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) mostra a atuação de uma frente estacionária sobre Santa Catarina no sábado, com ressalva de acumulados de precipitação entre 30 e 60 milímetros.

O período de maior instabilidade projetado, no entanto, é esperado entre sábado (13) e domingo (14), quando uma nova área de baixa pressão atmosférica irá se formar sobre o estado do Paraná.
Tal situação sinótica, assim estimada pelas simulações numéricas, poderá dar origem a um ciclone extratropical mais próximo da costa, o que deve alimentar a instabilidade favorecendo a ocorrência de chuva volumosa, principalmente entre o oeste, meio-oeste, planalto norte e Vale do Itajaí, em Santa Catarina e o sudoeste, sul e centro-leste, no Paraná.

monitoramento 10 06 15 4

O modelo brasileiro COSMO, rodado pelo Inmet, indica precipitação mais volumosa, acima de 100 milímetros, concentrada na metade norte do Rio Grande do Sul, o que inclui a Região Metropolitana de Porto Alegre, além do oeste e sul de Santa Catarina.

O mesmo ciclone será o gatilho principal para o avanço de uma massa de ar frio polar mais intensa e que tende a declinar de forma muito acentuada a temperatura em toda a Região Sul.

monitoramento 10 06 15 1

monitoramento 10 06 15 1

monitoramento 10 06 15 1

Sobre o nível de 850 hPa (1.500 metros), o modelo norte-americano GFS indica a penetração do ar frio polar sobre a Região Sul.

Algumas projeções mostram a possibilidade de geada ampla em parte da Região na segunda (15) ou terça-feira (16). Outras, no entanto, devolvem a instabilidade já na terça-feira, com chuva ainda mais volumosa e canalizada entre os dois estados sulinos.
Para a região serrana de Santa Catarina, por exemplo, o modelo GFS calculou nas últimas rodadas, temperatura mínima de até -5°C.
Até domingo, a instabilidade não deve avançar para latitudes menores, no caso Mato Grosso do Sul e São Paulo.
Somente a partir de segunda-feira é que o ar frio terá potência o suficiente para avançar a camada de nebulosidade do novo sistema frontal – já formado – sobre o ar seco levando chuvas isoladas ao sul das Regiões Centro-Oeste e Sudeste, além de queda de temperatura. Os valores, no entanto, não devem apresentar livre declínio como será observado na Região Sul.

monitoramento 10 06 15 6

A projeção feita pelos meteorologistas do NOAA mostra uma segunda frente fria avançando na segunda-feira pelo leste da Região Sul do Brasil e o escoamento livre o vento frio polar vindo do sul da Argentina e avançando até o sudoeste de Mato Grosso, o que pode configurar o fenômeno da friagem.

(Crédito das imagens: Reprodução/NOAA/Inmet/Weather Underground)

(Fonte da informação: De Olho No Tempo Meteorologia)

O portal De Olho No Tempo Meteorologia não realiza previsão de tempo ou expede aviso meteorológico. Para tal conteúdo acesse os órgãos oficiais de meteorologia no Brasil, Cptec/Inpe ou Inmet.
Em situação de risco eminente em sua região contate a Defesa Civil pelo telefone 199.

© 2000 – 2015. Todos direitos reservados ao portal De Olho No Tempo Meteorologia find this. Todo o material deste site pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído desde que mantida a fonte De Olho No Tempo Meteorologia.