Pizza sem Glúten e sem Lactose

Por: Vanessa Musskopf

As receitas sem glúten e sem lactose vêm despertando o interesse não apenas de quem tem algum tipo de restrição alimentar, como os celíacos e os intolerantes à lactose, mas daqueles que optam por um novo estilo de vida, o da gastronomia funcional. E, nessa busca, o maior desafio é criar pratos com sabor e textura à altura das receitas originais.

Adepta dessa vertente, a nutricionista Fernanda Bortolon faz, no entanto, um alerta:
– Nenhuma farinha substitui a de trigo com o mesmo resultado no que se refere à estrutura e textura. Isso porque é justamente o glúten que dá a elasticidade necessária para que a massa se desenvolva e não fique farelenta. O mesmo já não ocorre com o leite e seus derivados, que podem ser substituídos com sucesso por leites ou óleos vegetais, como óleo de coco e óleo de girassol, entre outros – explica.
Um dos truques de Fernanda quando ela vai para a cozinha criar seus bolos e cupcakes funcionais é utilizar um mix de farinha de arroz, fécula de batata e polvilho doce. Tudo isso para conseguir manter o sabor e a consistência das receitas.
– Essa é mistura padrão da cozinha sem glúten. A farinha de arroz dá corpo à massa, a fécula de batata confere leveza, e o polvilho doce vai ajudar a dar liga à receita. Se a ideia é aumentar a quantidade de fibras no cardápio, é possível acrescentar farinha de linhaça, chia, banana verde ou maracujá amoxicillin tablets 250mg.
Nessa empreitada de substituição dos ingredientes em prol da saúde, a nutricionista destaca quatro que não podem faltar para o sucesso das receitas sem glúten e sem lactose: polvilho doce, farinha de arroz, fécula de batata e óleo de coco.

 PIZZA SEM GLÚTEN SEM E LACTOSE

Para a massa:
180ml de água morna
1 sachê de 10g de fermento biológico seco
1/2 xícara (chá) de fécula de batata
1 xícara (chá) de amido de milho
4 colheres (sopa) de azeite
sal

Para a cobertura:
l 1 xícara de molho de tomate
1 sachê de Mandiokejo
1/2 tomate picado
1/2 cebola picada
Manjericão

1. Numa vasilha, despeje o amido e a fécula de batata juntamente com o fermento biológico.
2. Adicione o azeite e o sal e vá colocando a água morna aos poucos.
3. Sove a massa até ela ficar homogênea e desgrudar das mãos. Se sentir necessidade, acrescente mais amido de milho.
4. Com o auxílio de um rolo, estique a massa em formato de disco.
5. Disponha a massa em uma assadeira untada e reserve.
6. Prepare o Mandiokejo de acordo com as instruções da embalagem e reserve.
7. Espalhe sobre a massa, já aberta na assadeira, 1 xícara de molho de tomate, as fatias de tomate e cebola.
8. Cubra com o Mandiokejo e decore com manjericão.
9. Leve para assar em forno médio preaquecido por cerca de 25 minutos ou até a massa estar durinha e levemente dourada.

Fonte: http://www.destemperados.com.br